Sedentarismo no trabalho: qual a importância da atividade física na saúde do trabalhador?

img

Os constantes avanços tecnológicos proporcionam muitos benefícios às empresas de todos os portes e setores do mercado. Por meio de softwares e equipamentos, há a padronização de processos, eliminação do trabalho manual, redução de erros e aumento da produtividade.

Todavia, se por um lado a tecnologia otimizou tarefas trabalhistas e adicionou diferenciais competitivos aos negócios, por outro também trouxe consigo um inimigo silencioso: o sedentarismo no trabalho. Com atividades cada vez mais automatizadas, muitos profissionais passam a maior parte do dia sentados em suas cadeiras, o que afeta diretamente a saúde e a qualidade de vida deles.

Nesse contexto, é de extrema importância que as empresas ofereçam aos seus colaboradores programas que estimulem um estilo de vida mais saudável. Do estímulo a uma alimentação equilibrada a práticas regulares de atividades físicas, várias podem ser as estratégias para reduzir os casos de sedentarismo no trabalho. Confira a seguir como motivar as suas equipes!

Importância da atividade física na saúde do trabalhador

Muito se discute sobre a importância da atividade física na saúde das pessoas, mas quando o assunto é ambiente de trabalho poucos gestores percebem o quanto a prática ser benéfica aos negócios. Estimular a prática de exercícios físicos pode reduzir significativamente o número de afastamentos, licenças, doenças e acidentes do trabalho na medida em que:

  • Combate o sedentarismo no trabalho;
  • Aumenta o foco e a concentração;
  • Melhora a circulação sanguínea;
  • Mantém a pressão arterial sob controle;
  • Amplia a capacidade respiratória;
  • Alinha a postura;
  • Alivia dores e tensões musculares;
  • Ajuda a relaxar e a aliviar os sintomas de estresse e ansiedade;
  • Estimula processos cognitivos;
  • Melhora o humor e aumenta a autoestima;
  • Previne o diabetes;
  • Evita a obesidade;
  • Facilita a interação entre as equipes;
  • Melhora o condicionamento físico e evita doenças osteomusculares ocupacionais;
  • Aumenta a disposição física e a produtividade.

Conforme você pode perceber, as atividades físicas beneficiam o colaborador, mas também melhoram o desempenho dele no trabalho.

Além disso, a prática também melhora a percepção que o funcionário tem da empresa, pois ele passa a se sentir cuidado e valorizado. Lembre-se que funcionário satisfeito tende a vestir a camisa da empresa, contribuindo para que alcance seus objetivos organizacionais.

Atividades físicas para combater o sedentarismo no trabalho

Várias atividades físicas possuem o potencial de oferecer mais qualidade de vida aos trabalhadores, como por exemplo:

  • Ginástica laboral;
  • Musculação;
  • Yoga;
  • Danças;
  • Pilates;
  • Caminhada;
  • Corrida estacionária;
  • Funcional;
  • Alongamentos;
  • Bike indoor e muitas outras.

De fato, a decisão de cuidar da saúde e do bem-estar é pessoal, mas as empresas possuem um papel fundamental nesse processo. Quando o incentivo é corporativo, o funcionário sabe que não está sozinho nessa empreitada e tende a aderir com mais facilidade às mudanças no estilo de vida.

Como incentivar os colaboradores?

Você pode estimular a prática de atividades físicas na própria empresa ou criar estratégias para que os colaboradores possam se exercitar antes ou após o expediente de trabalho. Em ambos os casos, as medidas irão combater o sedentarismo no trabalho, deixá-los mais dispostos e menos propensos a doenças e acidentes ocupacionais. Veja adiante algumas sugestões.

Promova atividades em grupo

Aulas de dança, yoga, ginástica laboral e alongamentos são atividades que ao mesmo tempo em que cuidam da saúde, também promovem a interação entre os colaboradores.

Opte por atividades inclusivas

Atividades físicas como yoga, ginástica laboral, pilates e alongamentos são excelentes para fortalecer os músculos, oferecer mais flexibilidade, alinhar a postura, promover consciência corporal e acabar com o sedentarismo no trabalho. Além disso, são de baixo impacto e podem ser praticadas por todos, incluindo idosos e gestantes.

Combine as atividades físicas com práticas de relaxamento mental

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 79% dos trabalhadores sofrem com estresse no trabalho. Desse total, 24% já se afastaram das suas atividades laborativas por causa do estresse.

Nesse sentido, potencializar os efeitos das atividades físicas com práticas que causem impactos positivos na saúde mental dos colaboradores pode ser uma ótima ideia para reverter esses números.

Mas quais atividades acalmam a mente? Yoga, meditação, massagens relaxantes e musicoterapia, por exemplo, integram a lista de práticas holísticas que podem ser adotadas por todas as empresas. Acessíveis e fáceis de praticar, elas também se aplicam a todas as pessoas e oferecem benefícios físicos e mentais a curto e médio prazos.

Flexibilize os horários

E como combater o sedentarismo no trabalho se o horário do expediente e a carga horária não permitem que o colaborador possa se exercitar?

Nesse caso, a flexibilização de horários pode ser uma medida de promoção à saúde e ao bem-estar. Caso isso não seja possível, você também pode oferecer uma pausa no meio do expediente para a prática de atividades físicas, desde que a empresa possua academia própria, é claro.

Viu só como medidas simples podem mudar a saúde dos seus funcionários para melhor? Caso tenha gostado deste artigo, aproveite a visita, leia outros conteúdos do nosso blog e aprofunde seus conhecimentos sobre saúde e segurança do trabalho.

Artigos Relacionados