Quais equipamentos de proteção são necessários no uso de pontes rolantes

img

Utilizar equipamentos de proteção para pontes rolantes é uma determinação legal prevista nas orientações da NR-11. Portanto, toda pessoa que opera esse tipo de equipamento responsável pelo transporte de cargas deve ter atenção às normas. Porém, a própria empresa também deve ter cuidado: ela é quem precisa garantir as condições aos colaboradores.

Embora sejam de tamanhos e capacidades diferentes, as pontes rolantes são muito comuns hoje na indústria nacional. De fato, elas facilitam e agilizam o transporte, especialmente em linhas de montagem e usinas siderúrgicas. Ainda, são comuns em pátios de carga ou até mesmo em canteiros de obras.

Você já está atualizado sobre os principais equipamentos de proteção para pontes rolantes? Saiba mais neste artigo!

Normas de proteção para pontes rolantes

No Brasil, é muito importante estar atento ao que cita a NR-11 sobre equipamentos de proteção para pontes rolantes. Essa é a norma que trata sobre as principais regras relacionadas aos materiais, desde o seu manuseio até o transporte, o que inclui as pontes rolantes.

O objetivo da NR-11 é especialmente a prevenção de acidentes, por isso ela estabelece alguns cuidados que devem ser seguidos. Equipamentos de proteção, formas de utilização, riscos prévios e até mesmo os treinamentos necessários para a função junto a uma máquina são estabelecidos por esta norma.

Além dela, existe a OSHA 1910.179, que poucas pessoas conhecem. Essa é uma norma americana, que também trata sobre os procedimentos de segurança.

Com relação às pontes rolantes, elas têm várias modalidades diferentes. Podem ser controladas de forma remota ou pelo solo, por exemplo. Sendo assim, cada tipo tem as suas particularidades dentro das normas, mas alguns dispositivos de segurança são fundamentais em todos os casos.

Entre eles, estão os sinais sonoros e visuais no equipamento, além de amortecedores de impacto e botão de parada de emergência. Já com relação à pessoa que irá operar a máquina, ela será chamada de operador de ponte rolante, mas pode variar em cada empresa.

Além disso, o responsável deve ter treinamento para se habilitar a trabalhar com esse tipo de máquina. Ele também deverá supervisionar todas as pessoas ao redor e instruir para que não sofram ou causem acidentes, pois é parte da sua função.

Equipamentos de proteção para pontes rolantes

De fato, quais são os equipamentos de proteção para pontes rolantes? Citamos alguns logo acima, mas nos tópicos a seguir você entenderá melhor sobre o tema.

Freios

Sem dúvida, uma ponte rolante não deve funcionar sem freio. O mau funcionamento ou falta de manutenção nessa parte do equipamento é um dos principais causadores de acidentes. Além do risco às pessoas, isso também danifica os materiais, causando prejuízos financeiros à empresa.

É importante que o operador da máquina saiba exatamente onde ficam os freios e como acioná-los. Além disso, o profissional deve ainda saber como evitar acidentes com o equipamento e caso eles aconteçam, saber como proceder com relação aos primeiros socorros entre outras providências.

Sinaleiros sonoros e visuais

É fundamental entre os equipamentos de proteção para pontes rolantes que eles estejam devidamente sinalizados. Isso inclui a parte visual, que identifica a máquina, além da parte sonora, que mostra que o equipamento está em funcionamento. Portanto, se houver falha em algum desses dois aspectos, as chances de acontecer algum acidente são muito altas.

Botão de emergência

Assim como no caso de outras máquinas, o botão de emergência também está entre os equipamentos de proteção para pontes rolantes. Ele deve ser acionado sempre que o operador identificar algum risco ou algum imprevisto acontecer, garantindo que a máquina irá parar de operar.

Uma situação que pode ocorrer é alguém cair na máquina, conforme a altura e localização dela. Nesse caso, o operador deve agir rapidamente e acionar o botão de emergência.

Bloqueio e etiquetagem

O Lockout & Tagout, mais conhecido como LoTo ou como bloqueio e etiquetagem, é um procedimento importante. Ele garante o bloqueio da energia elétrica em casos de problemas com o equipamento, evitando que descargas elétricas possam comprometer a segurança, a saúde e a vida dos trabalhadores.

Acidentes mais comuns com pontes rolantes

Por que é tão importante conhecer os equipamentos de proteção para pontes rolantes? Além de permitir que a empresa e o colaborador estejam seguindo a lei, isso também evita os acidentes que se repetem de forma frequente.

Atualmente, as causas mais comuns de acidentes com pontes rolantes incluem:

● Queda do material transportado;
● Colisão entre os objetos;
● Sobrecarga da ponte;
● Choque elétrico;
● Falha mecânica.

Portanto, a manutenção constante e o treinamento correto do operador quanto aos equipamentos de proteção para pontes rolantes são fundamentais. Essa é a forma mais correta de evitar acidentes, perda de cargas e problemas mais fatais à indústria.

Conheça as nossas soluções em treinamento profissional, ofereça mais segurança aos seus colaboradores e tenha uma empresa mais produtiva e lucrativa.

Artigos Relacionados